26 de Março de 2015

Começa retorno de PMs que atuam na Assembleia à corporação

A Assembleia Legislativa está reduzindo o número de policiais militares à disposição do Palácio Barriga Verde. Em entrevista na manhã desta quinta-feira (26), o presidente da Casa, deputado Gelson Merisio (PSD), informou que, a partir deste mês, além de 10 policiais que vão compor a Casa Militar (conforme previsto na Constituição), apenas policiais inativos poderão fazer parte do quadro de segurança.

“É a nossa contribuição, será feita de forma definitiva e regrada para isso. O reclame da sociedade é por mais policiais nas ruas. Quantos menos nós tivermos em funções administrativas, em funções intermediárias, como é a guarda dos poderes, mais policiais com a habilitação necessária vão estar à disposição da proteção das pessoas, do patrimônio público e da segurança como um todo”, disse Merisio.

Dos 47 policiais da ativa que atuam hoje na Alesc, 20 retornarão imediatamente ao efetivo da PM. Outros 17 serão devolvidos ao comando da corporação ao longo dos próximos seis meses. “Com essa medida, a Assembleia Legislativa faz a sua parte no que diz respeito ao aumento do número de policiais nas ruas”, explicou Merisio.

Já atuam no Palácio Barriga Verde, em funções auxiliares, 43 policiais inativos, os quais serão chamados para substituir os policiais da ativa que hoje exercem as atividades. Outros policiais aposentados poderão compor o quadro da Alesc e serão chamados pelo sistema do Corpo Temporário de Inativos da Segurança Pública (CTISP), normatizado pela Lei Complementar 380/2007.

Informações: Agência AL

Já começou a devolução de policiais militares ao Executivo de parte da Assembleia Legislativa. Os 20 primeiros…Posted by Gelson Merisio on Quinta, 26 de março de 2015

imprimir

Últimas Notícias